Ucrânia pode ficar sem defesas aéreas até maio, apontam documentos vazados do Pentágono

0
"Se perdermos a batalha pelo céu, as consequências para a Ucrânia serão muito sérias", disse o coronel Yuri Ignat, representante da Força Aérea ucraniana. Foto Reuters

Sputnik – A Rússia pode atingir seu objetivo de conquistar o céu sobre a Ucrânia em maio, já que Kiev está ficando sem mísseis antiaéreos, informa o The Wall Street Journal, citando dados do Pentágono vazados nas redes sociais.

O coronel Yuri Ignat, representante da Força Aérea ucraniana, disse que não poderia comentar a veracidade dessas informações, já que tais dados na Ucrânia são confidenciais. No entanto, ele confirmou que a defesa aérea ucraniana está enfrentando um problema sério. Segundo ele, Kiev precisa urgentemente de parceiros ocidentais para acelerar a ajuda.

“Se perdermos a batalha pelo céu, as consequências para a Ucrânia serão muito sérias”, disse Ignat.

Ele também acrescentou que após mais de um ano do conflito ucraniano, Kiev enfrentou um sério problema de encontrar munições soviéticas para a base de seus sistemas de defesa aérea, S-300 e Buk.

Na semana passada, o Pentágono e o Departamento de Justiça dos EUA iniciaram uma investigação sobre esse vazamento. Enquanto isso, alguns disseram que os slides da apresentação da agência de defesa americana, que apareceu no Telegram na quinta-feira (6), foram publicados por “propagandistas russos”.

O The Wall Street Journal examinou esses documentos e uma coleção maior de documentos que surgiram na sexta-feira (7) e não conseguiu verificar independentemente sua autenticidade.

A vice-secretária de imprensa do Pentágono, Sabrina Singh, disse no domingo (9) que os EUA continuam a avaliar a autenticidade destes documentos, “que aparentemente contêm materiais confidenciais e altamente secretos”.

Fonte: 247 – Sputnik

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui